Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘orgânicos’

SOMOS TODOS CHOCOLOVERS. FOTO: RO.

Por Cláudia Crotti e Marcele Policarpo

Siim! Com a Páscoa chegando todos pensam em CHOCOLATE! Pode  ser branco,  preto, amargo, ao leite, com nozes, com amendoim ou passas, em formatos variados todos se deliciam com a visita do coelhinho.

Antes de cair de boca nas guloseimas é preciso conhecer um pouco mais sobre cada chocolate. Por exemplo, quando a Xuxa cantava: “De chocolate choc choc chocolate bate o meu coração”, ela poderia muito bem estar falando do chocolate amargo. O chocolate amargo apresenta sabor mais forte devido a maior quantidade de massa de cacau na sua composição, alguns têm 60% ou mais.

Tendo, desta forma, mais flavonóides, substâncias amigas do coração! Ela reduz os danos nas células que recobrem a face interna dos vasos sanguíneos causados pela oxidação do colesterol “ruim” (LDL), além de reduzir a tendência à agregação plaquetária que conduz a formação de placas de ateroma (composta especialmente por gordura e tecido fibroso), que são responsáveis por infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral. Além disso, os flavonóides controlam a pressão arterial.

São muitos benefícios no chocolate! Mas não fique aí pensando: ah, agora vou comer uma barra de chocolate amargo por dia! Saiba que três quadradinhos por dia (30g) já trazem todos esses benefícios. Por isso não exagere nas quantidades! O chocolate contém alto teor calórico, 100g do chocolate tem em média 524 kcal.

O queridinho dos brasileiros é o chocolate ao leite, composto por 25% de cacau, açúcar e leite. Ele apresenta sabor mais suave que o chocolate amargo.
Assim como o chocolate amargo, o recomendado é não exagerar na quantidade, ele contém em média 554 kcal a cada 100g. Já o chocolate branco é obtido através da mistura da manteiga de cacau com outros ingredientes, por este motivo sua coloração é mais clara. Esta guloseima, apesar de suas propriedades sensoriais, não apresenta nenhum benefício à saúde. Além disso, 100g de chocolate branco contém em média 564 kcal.

As propriedades destes chocolates podem ser aumentadas quando em sua composição contiver algum alimento como: nozes, castanhas, pimenta, entre outros.

Outra opção é o chocolate diet. Os chocolates normais apresentam em sua composição alto teor de açúcar e gordura. No chocolate diet a substituição do açúcar pode dar-se através do isomalte, entre outros, onde as características físico-químicas do chocolate continuam satisfatórias. Além disso, o valor calórico deste tipo de chocolate pode ser diminuído através da diminuição na concentração de gordura. Este tipo de chocolate é destinado aos diabéticos ou apreciadores de produtos diet.
100g de chocolate diet contém em média 520 kcal.

Sem esquecer do chocolate orgânico, tendência entre os consumidores que buscam uma melhor qualidade de vida e do meio ambiente. A produção é feita a partir do cacau orgânico, sem a utilização de agrotóxicos. Os alimentos orgânicos – não custa repetir – além de não conterem produtos químicos, têm como objetivos a proteção ao meio ambiente, a sustentabilidade, a otimização do uso dos recursos naturais e socioeconômicos disponíveis, bem como o respeito à integridade cultural das comunidades rurais, entre tantos outros benefícios. Existem muitas marcas investindo no chocolate orgânico, podendo encontrá-las nas prateleiras dos supermercados brasileiros. Na descrição dos ingredientes do produto, encontramos não apenas o chocolate como orgânico, mas o açúcar e a manteiga também.

Agora que você já sabe as propriedades, os benefícios e a composição de cada chocolate, aproveite as dicas e faça ótimas escolhas na hora das compras de Páscoa! Mas lembre- se, não exagere nas quantidades!!

A equipe do RO deseja aos leitores uma ótima Páscoa!!! Bjos


Chocolate Orgânico

Anúncios

Read Full Post »

Suco VERDE.

Carnaval rolando, quarto dia da folia e ainda faltam três para terminar a maratona. A dica, para quem cometeu excessos e quer recuperar a energia é o famoso suco verde. Nada mal chegar ao final do carnaval com saúde e revigorado.

Ah, essa receita  também é ótima para os leitores ou leitoras que não participaram do carnaval, mas querem cuidar do corpinho e desintoxicar.

Receita aprovada pelas meninas do RO.

Lá vai…

Suco Verde

Ingredientes:

– 1 copo (200ml) de água de coco

– 1 folha de couve orgânica

– 1 pires raso de folha de espinafre sem o talo

– ½ maçã orgânica

– ½ pepino orgânico

– ½ cenoura orgânica

– 1 colher (sobremesa) de semente de linhaça orgânica

Modo de Preparo:
Bata no liquidificador a água de coco, a maçã, o pepino e a cenoura picados. Acrescente a couve, o espinafre e a semente de linhaça. Bata novamente no liquidificador.

Rendimento: 1 porção
Valor calórico: 60 calorias

Read Full Post »

Você é o que você come? Tá se sentindo acima do peso ou com uma barriguinha saliente, querendo começar uma nova dieta? Esse é o momento perfeito para refletir e agir. Hoje é  o Dia Mundial da Alimentação, celebrado durante toda semana no Brasil. A programação é intensa e nós fomos à procura dos orgânicos, para informar nossos leitores com exclusividade.

 

 

Ministério da Agricultura promove degustação de orgânicos no RS

O produto orgânico foi o protagonista do evento realizado na tarde de quarta-feira (14/10/09), na Assembléia Legislativa do RS. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) promoveu  a divulgação e degustação dos alimentos orgânicos para a população gaúcha. O salão estava lotado de pessoas querendo informações, experimentando os produtos, interagindo com os produtores agrícolas.

A coordenadora estadual da  produção orgânica do Ministério da Agricultura no RS, Ângela Escosteguy, informou que a degustação faz parte das comemorações da Semana Mundial da Alimentação e tem como objetivo ressaltar a importância nutricional, social e ambiental da agricultura ecológica.

O presidente da Assembleia Legislativa do RS, deputado Ivar Pavan (PT), esteve presente no evento, recebeu uma cesta de alimentos orgânicos e nos concedeu uma entrevista (ouça o áudio na íntegra). Ele afirmou que consome orgânicos em casa. Também falou sobre a importância da agricultura familiar, da produção de orgânicos, dos motivos do preço mais elevado dos orgânicos, da falta de divulgação, etc.

Confira a entrevista exclusiva com o presidente

 

A certificação dos produtos orgânicos

O consumidor normalmente tem muitas dúvidas em relação à qualidade e à higienização do processo de produção e de certificação dos produtos orgânicos.

Os produtores de orgânicos presentes no evento da Assembléia Legislativa são cadastrados no Ministério da Agricultura. Segundo Ângela Escosteguy, a certificação da produção orgânica é feita por empresas cadastradas no MAPA e por associações de certificação participativa, organizados pelos produtores.

 

"Agrotóxico é um produto químico que pode  causar algum problema no futuro", Cláudia Wolff.

"Agrotóxico é um produto químico que pode causar algum problema no futuro", Cláudia Wolff.

A bióloga Cláudia Wolff, faz parte da Associação Agroecológica. Ela tem uma propriedade de 5 hectares em Viamão-RS, com criação de galinha caipira, apicultura e hortigranjeiro. Segundo Cláudia, a associação esta filiada a rede ECOVIDA – um sistema participativo de garantia de conformidade – funciona como uma certificação. “Esse sistema, na verdade é melhor, porque todo mundo está mais próximo dos produtores e muito mais presente. São feitas reuniões nas propriedades, todo mundo fiscaliza. Não esperamos vir alguém de fora, uma vez ao ano, e depois que a pessoa vai embora, o produtor pode distribuir veneno. O tempo todo tem alguém para vigiar e controlar e os consumidores também fazem parte disso”, explicou a agricultora.

Quem produz, entende

Os produtores que conversamos foram enfáticos ao falar sobre as vantagens da agricultura orgânica. Os benefícios atingem todos, tanto o agricultor, quanto o consumidor e o meio ambiente.

 

“O que falta é disseminar a agricultura orgânica no país e no RS. Organizar pontos de venda destes produtos. Temos que ter onde comercializar. Quanto mais nós produzirmos, mais barato ficará para o consumidor”.

“O que falta é disseminar a agricultura orgânica no país e no RS. Organizar pontos de venda destes produtos. Temos que ter onde comercializar. Quanto mais nós produzirmos, mais barato ficará para o consumidor”, Edson Cadore.

O produtor agrícola Edson Cadore, membro da Cooperativa dos Assentamentos da Reforma Agrária que produz hortaliças, café, arroz, entre outros, nas cidades de Tapes, Charqueadas, Eldorado do Sul, Nova Santa Rita e Viamão, busca constantemente conscientizar a população e provar que a agricultura orgânica também é viável economicamente. “A nossa produção é baseada na eliminação de todos os ativos sintéticos, químicos e agrotóxicos. Não trabalhamos com sementes transgênicas. Devido a questões ambientais, sociais e culturais a cooperativa mudou o processo de trabalho. Antigamente havia muita contaminação dos agricultores com agrotóxicos. Estes fatos levaram a conscientização dos produtores que se motivaram a alterar o modelo de produção e partir para a produção orgânica. A idéia era levar produtos para consumo externo com qualidade e sem veneno”.

Com a palavra, o consumidor

 

"O preço é maior, mas quem quiser consumir paga pela qualidade”, Enni Figueiredo.

"O preço é maior, mas quem quiser consumir paga pela qualidade”, Enni Figueiredo.

Os consumidores resistentes ou àqueles que experimentam ocasionalmente orgânicos também estavam presentes. A curiosidade em torno do assunto é grande e o evento foi uma oportunidade para tirar as dúvidas recorrentes.

A jornalista e apresentadora Enni Figueiredo disse que frequenta aos sábados a feira ecológica no parque da redenção em Porto Alegre e come de vez em quando orgânicos. “Faz bem para saúde, mas sempre procuro saber a procedência. Já aconteceu de comprar o alimento e no mesmo dia estragar e também fico preocupada em relação à higiene. O preço é maior, mas quem quiser consumir paga pela qualidade”.

O produtor agrícola Edson Cadore também comentou sobre os valores elevados dos produtos orgânicos. Ele informou que os produtos da Cooperativa custam 40% a mais que os produtos convencionais. “O que falta é disseminar a agricultura no país e no RS para organizar pontos de venda destes produtos. Temos que ter onde comercializar. Quanto mais nós produzirmos mais barato ficará para o consumidor”, ressaltou.

 

Bastidores do Rota Orgânica – Nossa cobaia entrou em ação

Nossa querida cobaia Jessica (também produtora do site e totalmente perdida no mundo orgânico) experimentou, pela primeira vez na vida, produtos orgânicos. Não poderíamos deixar de compartilhar esse momento histórico com os leitores. Ela provou, durante o evento, suquinho de tangerina e laranja, comeu banana seca orgânica e biscoitinhos integrais (aaa taaa). Tudo isso a favor do blog, com o objetivo de demonstrar que todos podem e devem experimentar. Parabéns Jessica, você agora é uma delicinha orgânica.

Antes e depois da Jessica:

jessica antes e depois montagem

E para finalizar este post com chave de ouro, criamos uma promoção para presentear nossos leitores.

O vencedor levará uma super bolsa ecológica, abastecida de alimentos orgânicos.

Envie suas receitas para o nosso e-mail: rotaorganica@hotmail.com

Boa Sorte!!!!!

 

Confira os detalhes no slide abaixo:

 

 

 

Read Full Post »