Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Eventos’ Category

Hora do Planeta

Amanhã (sábado), 27 de março, entre 20h30 e 21h30, o Brasil participará oficialmente da Hora do Planeta. As luzes serão apagadas por uma hora, para mostrar aos líderes mundiais a preocupação com o aquecimento global.

A Hora do Planeta é uma iniciativa da ONG WWF (“World Wide Fund For Nature” ou “Fundo Mundial para a Natureza”).

A Hora do Planeta começou em 2007 em Sidney, na Austrália. Em 2008, 371 cidades participaram. No ano passado, o Brasil participou pela primeira vez. Centenas de pessoas em mais de 4 mil cidades em 88 países apagaram as luzes. Monumentos e locais simbólicos, como a Torre Eiffel, o Coliseu e a Times Square, além do Cristo Redentor, o Congresso Nacional e outros ficaram uma hora no escuro. Além disso, artistas, atletas e apresentadores famosos ajudaram voluntariamente na campanha de mobilização. Veja lista de quem já aderiu.

O Rota Orgânica também está participando. Nós estamos inscritas.

Você também pode (clic aqui).

Faça sua parte também. Apague a luz!!!

Veja o vídeo

Anúncios

Read Full Post »

Nossa amarelinha mais ecológica. Foto: Divulgação Nike

Brasil vai à Copa do Mundo na África do Sul com camisa feita de material reciclado.  A nossa famosa amarelinha está mais ecológica. Hoje foi apresentada em Londres a nova camisa da Seleção Brasileira. A grande novidade do lançamento é a inovadora tecnologia usada na produção das camisas. Ela é feita com poliéster reciclado de garrafas plásticas. Cada peça foi produzida a partir de oito garrafas retiradas do meio ambiente. Além disso, o novo material e a nova técnica de costura proporcionarão uma redução de 15% no peso total da camisa em relação à versão anterior. Outra novidade são orifícios feitos a laser na parte lateral da camisa para proporcionar maior refrigeração aos atletas. Alexandre Pato foi escolhido para apresentar ao planeta a nova camisa oficial.

Quer mais? A Nike informa no site: “As camisas oficiais, que até agora eram desenvolvidas exclusivamente para os jogadores da Seleção, também poderão ser adquiridas pelos torcedores nas lojas“.

Bom, depois disso tudo, só nos resta comprar a canarinho e ficar torcendo desesperadamente! Vai Brasaaaa, rumo ao hexa!

Read Full Post »

Campanha Carnaval Sustentável Biodiesel Petrobrás

Os trios elétricos de Salvador vão usar biodiesel da Petrobrás para diminuir as emissões de gás carbônico na atmosfera durante o carnaval baiano em 2010. A mistura do combustível será de 20% de biodiesel no diesel comum.


Read Full Post »

Banner Biofach 2010

A BioFach 2010 – feira anual dedicada aos produtos orgânicos – acontecerá de 17 a 20 de fevereiro, na cidade de Nuremberg, na Alemanha. Este ano foram selecionados 15 empreendimentos familiares para participar do evento com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Segundo o MDA é uma oportunidade para comercializar os produtos orgânicos brasileiros no mercado internacional. A participação brasileira na feira cresceu 50% neste ano. Todos os produtos brasileiros presentes no encontro têm certificação reconhecida na Comunidade Européia.

Veja o folder de divulgação:

Read Full Post »

Hoje na 52ª premiação anual do Grammy, entre as apresentações da noite, o destaque ficou por conta do tributo a Michael Jackson, com performances de Celine Dion, Jennifer Hudson, Smokey Robinson, Carrie Underwood e Usher. Os artistas cantaram “Earth Song”, acompanhando a voz de Michael, enquanto um telão mostrava imagens em 3D de florestas, animais e oceanos. O minifilme foi produzido pelo próprio cantor para fazer parte de sua turnê “This Is It”. Logo em seguida, os filhos do cantor receberam um prêmio em homenagem póstuma e declaram que o pai era preocupado com o planeta e a humanidade e contribuiu a vida inteira com doações às causas ambientais.

Assista o vídeo do tributo a MJ:

Read Full Post »

A pergunta que não quer calar. Não adianta falar, falar, falar, e não colocar em prática nossos discursos. Dito isso, aproveitamos o tema – a conjuntura ambiental hoje – debatido no segundo dia de FSM 2010, para perguntar  aos participantes do evento, como eles cuidam do meio ambiente. Vejam as respostas…

 

Bárbara Mengardo, paulista e estudante de jornalismo, disse que não tem carro e usa transporte público. Ela ainda colabora na reciclagem do lixo do seu prédio, conscientizando as pessoas.

“Eu faço coleta seletiva na minha casa e, também, dentro do meu bairro, eu incentivo meus vizinhos. Trabalho com as crianças, meus alunos, fazendo as lixeiras especiais para reciclagem. Na minha casa, economizo água, não deixo a torneira aberta, quando estou escovando os dentes, etc”, afirmou o professor Lucas Bohrer Waltzer de Porto Alegre.

 

A colombiana Yolis Castro nao atira lixo nas ruas e nao desperdiça água. Além disso, a estudante propaga a educacao ambiental, ensinando as pessoas ao seu redor.

E você, o que faz no seu dia-a-dia para preservar o meio ambiente? Dê a sua opinião nos comentários e aproveite para responder a enquete, é de múltipla escolha:

Hoje pela manhã no FSM 2010 a questão ambiental foi um dos principais temas do debate. Estiveram presentes na usina do gasômetro Nicola Bullard (Focus on the Global South) da Tailândia, Roberto Espinoza (Fórum Crise de Civilização – Peru), Gilmar Mauro (MST – Brasil), Isaura Conti (MMC – Brasil) e Hildebrando Galeano (Amigos de la Tierra – Colômbia). A coordenação ficou por conta do professor da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP), Moacir Gadotti.

Roberto Espinoza destacou a resistência dos povos indígenas do Peru e lamentou que o conceito de desenvolvimento sustentável ainda esteja longe de ser compreendido pelas grandes empresas.

Isaura Conti salientou a importância do Movimento Mulheres Camponesas em relação a sustentabilidade ambiental. Ela alertou para o problema da degradação das florestas. Gilmar Mauro encerrou o debate afrimando que “a crise ambiental é a grande crise da atual civilização”.

 

Roberto Espinoza palestrando e demais especialistas da mesa Conjuntura Ambiental Hoje, FSM 2010. Foto: Carolina Castro, RO.

 

 

 

 

 

 

 

Read Full Post »

O curso jardim didático na escola, ministrado pela presidente do Instituto do Bem-Estar (Ibem), Ângela Escosteguy, foi muito além do ensino de uma horta orgânica. Durante os três dias, os alunos receberam aulas teóricas de permacultura, compostagem, reciclagem, qualidade dos alimentos (a importância dos produtos orgânicos) e cuidados com o meio ambiente. Eles também realizaram atividades práticas, transformando a terra em um laboratório vivo.

Angela Escosteguy, Presidente do IBEM

O curso faz parte do projeto jardim didático na escola e pretende possibilitar às crianças o contato contínuo com a natureza. “Nós estamos com esse projeto do jardim didático há 3 anos e começamos a ver um grande interesse, não só dessa escola e da comunidade em que trabalhamos, como de outras escolas. Tem uma carência muito grande desse tipo de informação. A conscientização ecológica está aumentando no nosso país e os professores querem levar conhecimento e atividades práticas para as crianças. O mais importante é trabalhar em conjunto, com cooperação, comprometimento, respeitando a opinião do outro”, explicou Angela.

As atividades ao ar livre permitem às crianças entender o processo vital do meio ambiente. Através da experimentação vem a conscientização. Construir canteiros com as próprias mãos ou vivenciar o crescimento de uma semente – mantendo-a viva e saudável – auxilia crianças e adultos a pensarem ecologicamente.

Amanda Nascimento, oficineira do IBEM

“O projeto propõe chegar em uma área – seja ela grande ou pequena – e aproveitar aquela área ociosa, ou coberta por capim elefante, trabalhar com os alunos estruturas didáticas, alimentos orgânicos, processos importantíssimos, como a compostagem, o minhocário, de forma que isso comece a fazer parte da vida desses alunos e que sejam práticas que possam ser incorporadas na sua vida e multiplicadas também para sítios, para residências em geral”, disse a oficineira  Amanda Nascimento.

O projeto teve início na escola Marechal Floriano Peixoto com oficinas de biodança, teatro e o jardim didático.  A horta foi a que mais gerou repercussão entre os estudantes. A diretora do colégio, Maria Beatriz Lazzarotto, acreditou na iniciativa incluindo-a na paisagem do local.  “Sempre apostei em projetos, não devemos só trabalhar na sala de aula. Temos que fazer aulas mais prazerosas. Para os alunos foi maravilhoso porque muitos não tinham contato com a terra. Eles não sabiam o que era uma minhoca. Quando começaram a trabalhar com compostagem, ficaram satisfeitos em saber que foram eles que plantaram. As crianças aprenderam a tratar com o meio ambiente. Os pais ficam impressionados porque estão sendo educados pelos filhos. Muitas famílias não sabiam separar o lixo. A professora de literatura deu uma aula no jardim e os alunos chuparam cana. Foi uma aula incrível, que eles nunca mais vão esquecer. As crianças têm que aprender a cuidar da natureza”, relatou a diretora.

O Instituto do Bem-Estar é uma entidade civil sem fins lucrativos, sediada na cidade de Porto Alegre, que promove o desenvolvimento social, a qualidade de vida e a preservação do meio ambiente.

Veja as fotos do curso promovido pelo IBEM:

Primeiro dia do curso jardim didático na escola

Livros

Alunos na aula prática

Composteira

pitangueira

Alunos na aula prática

Alunos na aula prática Escola Fabíola Pinto Dornelles

Assista ao vídeo e veja a cobertura do terceiro dia do curso na Escola Fabíola Pinto Dornelles:

Não percam o próximo post: conceitos de permacultura, minhocário e compostagem.

Read Full Post »

Older Posts »